LTV > CPI: Jogos que fazem dinheiro

Semana passada o João falou sobre algumas siglas comuns para #gamedevs. Agora vou me aprofundar em duas delas: CPI e LTV. Estas duas tem ligação direta com a probabilidade de jogos fazerem dinheiro que é importante para qualquer empresa de jogos.

Vamos começar com CPI, ou Custo Por Instalação. Basicamente é quanto você gasta para trazer um usuário para o seu jogo. Digamos que você paga a média de $1 para trazer um usuário, então se você gastar $10, você traz 10 usuários. Se aquele usuário trouxer mais um amigo para o jogo, você gastou $1 para 2 usuários, ou $0,50 por usuário. Este é seu eCPI, ou CPI efetivo, que é a melhor forma de monitorar os seus custos de aquisição de usuário (UA) pois considera usuários orgânicos, aqueles pelos quais você não paga.

LTV é o valor do tempo de vida, a média de dinheiro que você ganha no seu jogo por cada usuário durante o tempo que eles ficam em seu jogo. Algumas pessoas gastam milhares de dólares, algumas pessoas não gastam nada. Algumas pessoas jogam seu jogo por 800 dias direto, outras abandonam seu jogo no primeiro dia. Normalmente 80% da receita vem de 20% dos usuários. Existem diversas maneiras de calcular o LTV, nós usamos LTV = Média de receita por usuário ativo no dia (ARPDAU) x média de dias jogados.

Em qualquer negócio, se você consegue fazer mais dinheiro vendendo seus produtos do que você gasta para trazer novos clientes, você tem um bom Retorno no Investimento (ROI). Se você consegue fazer um jogo com LTV maior que o CPI, significa que você pode investir dinheiro em aquisição de usuários e ainda lucrar com seus jogos, injetando combustível em uma máquina de fazer dinheiro.

Chegar neste nível requer muito trabalho e apenas algumas empresas conseguem chegar nesse ponto em larga escala, normalmente as que estão nos topo dos rankings de Mais Rentáveis (Top Grossing). Os jogos da Cupcake também tem LTV maior que o CPI. Nos vemos no Top Grossing!

Material de apoio:
http://mobiledevmemo.com/10-commandments-mobile-user-acquisition/


Autor: Gabriel Stürmer

CMO of Cupcake Entertainment.